terça-feira, 27 de setembro de 2016

SAXON - Killing Ground (2001)

Sim, o Saxon possui uma coisa que poucas bandas têm: a capacidade de combinar riffs poderosos de Metal com um sentido de melodia. Eles sempre abrangeram essa linha tênue entre o Metal épico e Classic Rock simples e que agradam em cheio a multidão headbanger. E “Killing Ground”, seu 15º álbum, não é exceção.



Quando a introdução épica de “Prelude To War” finaliza, e então explode a faixa que dá título ao álbum, constatamos que estamos diante de mais um clássico dessa banda em nossas mãos. As guitarras de Paul Quinn e Doug Scarrat fritam e disparam palhetadas poderosas imprimindo a agressividade já no início do álbum, e desse modo vão se distanciando mais e mais da fase “Destiny”, onde algumas músicas soavam bem melodiosas. “The Court of The Crimson King” é um clássico do King Crimson, e que na versão do Saxon ficou maravilhosa com a banda aliando a melodia dessa bela canção com o peso de suas guitarras metálicas. A cereja desse bolo vem com a voz cativante de Biff. “Coming Home” me fez lembrar, com o seu riff, o ilustre Rainbow da fase Dio. Essa faixa é mais voltada ao Hard Rock, mantendo a média do álbum. E como no mundo do Metal as influências vão se entrelaçando e formando essa teia magnífica de sons e timbres, a faixa “Hell Freezes Over” chega a lembrar de leve outra banda emblemática, AC/DC. Aliás, sempre associei o Saxon como uma junção de AC/DC com Judas Priest, ora pendendo para o lado mais Rock ’n’ Roll/Hard/Blues, ora para o Heavy Metal. O pré-refrão é divino e o refrão, sensacional.
A velocidade retorna com “Dragon’s Lair”, que poderia muito bem ter saído do álbum “Unleash The Beast”. Riffs metálicos sendo desferidos, e bateria full power comandando. Simples, porém de uma honestidade ímpar. “You Don’t Know What You’ve Got” é um groove de responsa. Pesadão e cadenciado com um trabalho de bateria e baixo notáveis, cortesia de Fritz Randow e Nibbs Carter respectivamente. Eu não sei, mas acho que o Glenn Hughes deve ter dado uma passadinha no estúdio quando eles estavam gravando essa faixa.


A próxima música é a que mais gosto e que tem o estilo clássico de composição do Saxon, “Deeds of Glory”. E ela tem todos os elementos para isso; estrutura simples, riffs cativantes, refrão “unidos venceremos” e solos eficientes. Heavy Metal puro em sua essência. “Running For Border” é bem parecida com “You Don’t Know What You’ve Got”, só que é bem mais venenosa e cheia de groove com Nibbs Carter, mais uma vez, dando um show de baixo. Timbre brutal. “Shadows On The Wall” é uma balada que começa açucarada, mas no meio do verso se transforma em uma cadência pesadíssima e efeito na voz culminando em um refrão com ares celestiais. Meio anjo-demônio-deus. Solos inspiradíssimos, e como eles soam grandiosos em se tratando de Saxon. “Rock Is Our Life” fecha o álbum. O riff inicial lembra demais o Iron Maiden, e de certa forma é até plausível já que ambas as bandas são contemporâneas da NWOBHM. Épica, grandiosa e perfeita para fechar esse magnífico disco, em suma, Heavy Metal puro. Na edição japonesa do álbum há um bônus, “Backs To The Wall”, faixa do primeiro álbum da banda em uma versão matadora. Como o CD é duplo, o disco dois ficou reservado para releituras dos grandes clássicos da banda mas com uma roupagem mais pesada, e o resultado é simplesmente magnífico. “Princess of The Night”, “Crusader”, “Wheels of Steel”, “Motorcycle Man”, “Strong Arm of The Law”, “Denim and Leather”, “Dallas 1 PM” e “And The Bands Played On” foram as escolhidas.
Na verdade, “Killing Ground” não vai sacudi-lo e deixá-lo atordoado ou perplexo, mas o álbum tem aquele algo familiar e mantém o Saxon no panteão das maiores bandas de Heavy Metal de todos os tempos. Indispensável.

Formação:
Biff Byford (vocal);
Paul Quinn (guitarra);
Doug Scarratt (guitarra);
Nibbs Carter (baixo);
Fritz Randow (bateria).

Faixas:
01 – Prelude To War (Intro)
02 – Killing Ground
03 – In The Court of The Crimson King (King Crimson Cover)
04 – Coming Home
05 – Till Hell Freezes Over
06 – Dragon’s Lair
07 – You Don’t Know What You’ve Got
08 – Deeds of Glory
09 – Running For The Border
10 – Shadows on the Wall
11 – Rock Is Our Life

CD 2 Bônus:
01 – Princess of The Night
02 – Crusader
03 – Wheels of Steel
04 – Motorcycle Man
05 – Strong Arm of The Law
06 – Denim and Leather
07 – Dallas 1 PM
08 – And The Bands Played On